Homem Chocolate

28 04 2010

Por Tata Azevedo

Quem não lembra desse comercial da AXE?

A agência MJZ apresenta o seguinte conceito, o efeito do chocolate combinado ao poderoso efeito AXE leva belas mulheres a querer comer, literalmente, os homens que usam o desodorante.

Assista ao comercial -> http://www.youtube.com/watch?v=yxBx0laRI30

AXE Chocolate

País: ARGENTINA
Cliente: Axe
Produto: Axe Dark Temptation
Agência: Vega Olmos Ponce (Mario Crudele, Martin Ponce)                             Produtora: MJZ (Tom Kurtz)
Trilha: Allen Toussaint, “A sweet touch of love“.

JOGO AXE ATTRACTIONS

O site  Axe The Dark Temptation Game Saga traz um jogo super engraçado. No jogo você é um rapaz que passou o desodorante e transformou seu corpo em chocolate. E agora, todas as mulheres querem te comer.  Você tem que correr o máximo que puder, use a letra “A” para dar um soco e a letra “S” para rolar.   

O jogo possuia um Ranking, e o melhor jogador da semana ganhava um kit axe com boné, camiseta, mochila e produtos axe. E para o melhor jogador de todos, o prêmio era um fliperama The Dark Temptation e outros jogos. Acesse o site e salve o homem chocolate.

Clique aqui para jogar->http://www.axe.com.br/dark/site/

Assista a vinheta do jogo -> http://www.youtube.com/watch?v=LjHmzZ2Vmts

AÇÃO DE MARKETING EM SÃO PAULO

 Mulheres vestidas, apenas, com langerie comendo pedaços do Homem Chocolate.

Assita aqui ao vídeo -> http://www.youtube.com/watch?v=_TOmkXglkyM 

AXE TRANSFORMA TARGET EM  HOMEM CHOCOLATE

Uma grande ação indoor do desodorante Axe, da Unilever, é executada pela ENOX Indoor Experience em duas fases. A primeira, abrange as cidades de São Paulo, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Salvador, Recife e Fortaleza.

Os toaletes masculinos de 170 bares, restaurantes e baladas, por onde circulam mensalmente 1,4 milhão de pessoas, receberam displays especiais com um frasco de AXE acoplado. Os consumidores vêem a peça e podem usar o produto imediatamente. A ENOX faz a reposição diária dos mais de 2 mil frascos do desodorante.

Entre os estabelecimentos que veiculam a ação estão: Cervejaria Patriarca, José Menino, Salve Jorge e Vila Rica, em São Paulo; Catedral do Chopp, Dona Flor, Empório Dona Bella e Galiano, em Campinas; Babilônia, Eon, Taco El Pancho e Taj, em Curitiba; Botequim, Ilhéu, Mandala e Vecchio Giorgio, em Florianópolis; Abbey Road Pub, Cherry Blues, Mulligan e Sotão ElectroPub, em Porto Alegre; Cabana da Cely, Original Pilsen Bar, Tijuana e What’s Up, em Salvador; Cuba do Capibaribe, Entre Amigos, Guaiamum Gigante e Guaiamum Treloso, em Recife; e Chopp do Bixiga, Itaparika, Picanha do Cowboy e Vira-Verão, em Fortaleza

“Novo Axe Dark Temptation. Tão irresistível quanto o chocolate”, é o mote da campanha, criada pela agência Borghierh/Lowe.

Na segunda fase, a ação contempla cinco dos principais bares e restaurantes da capital paulistana, por onde circulam 27 mil pessoas a cada mês. Peças diferenciadas foram reservadas para estes estabelecimentos: backlights espelhados e interativos com detector de presença. Ao passar em frente ao backlight e se olhar no espelho do mesmo, o consumidor se vê como o ‘homem-chocolate’, personagem da campanha do Axe já amplamente divulgado na TV. É um backlight com espelho, quando o cliente passa em frente, a luz interna se apaga e o que ele vê é a figura do homem-chocolate”, explica Rafael Cordeiro.

Para este trabalho, a empresa utiliza 100% de seu potencial de microsegmentação, por se tratar especificamente do gênero masculino, aliando interatividade ao formato de mídia. “Conseguimos proporcionar a experimentação do AXE pelo target em momentos de alta receptividade. Pessoas em situações de entretenimento tendem a captar de maneira mais eficiente a mensagem dos nossos anunciantes, além de associar este momento de prazer à experiência com a marca”, explica Cordeiro. 

Os estabelecimentos que veiculam a segunda fase da ação são: Vila Rica, Pé de Manga, Seu Faria, Veredas e Pueblo de Mexico. FONTE: Enox Mídia Indoor.

LINKS

Site oficial AXE -> http://www.axe.com.br/site/

Site oficial MJZ -> http://www.mjz.com/

Site oficial ENOX ->  http://www.enox.com.br/

Site oficial VÍDEOS -> http://www.youtube.com/user/TATAZEVEDO

Anúncios




Rosca de Luá

27 04 2010

A muito tempo que não faço pão aqui em minha cozinha. E em homenagem ao post passado de Maria Antonieta, “Se os pobres não tem pão, coitados, porque não comem brioches”, adaptei uma antiga receita minha ao nosso delicioso tema.

ROSCA DE LUÁ

Ingredientes

15g de fermento biológico (no caso, metade do fermento biológico seco de pacote de 10g)

2 colheres (sopa) de açucar (fica muito bom com açucar mascavo)

1/2 xícara de água morna

2 xícara de farinha de trigo

2 colheres (sopa) de leite em pó

1 pitada de sal

2 colheres (sopa) de margarina ou manteiga

2 ovos

180g chocolate meio-amargo ou ao leite

Modo de Preparo da Esponja

Em uma pequena bacia, com uma colher de madeira, misture o fermento à uma colher (sopa) de açucar. Acrescente a água morna e misture bem, até que o fermento e o açucar estejam completamente dissolvidos, adicione 1 xícara  de farinha de trigo. Misture bem. Envolva a bacia em um pano e deixe descansar por 30 minutos em um local de preferência “morno”, para estimular o crescimento da esponja.

Modo de Preparo da Massa

Reserve um ovo e o chocolate. Misture o restante dos ingredientes e por último adicione a esponja já crescida. Divida a massa em duas partes, abra em uma superfície enfarinhada e recheie com o chocolate reservado, feche-as em formato de bola. Coloque em uma forna untada e enfarinhada. Cubra com um pano e deixe crescer por uma hora. Após, pincele os pães com o ovo batido. Coloque em forno pré-aquecido (180 graus) de 35  a 45 minutos.

Dica n.1: pode polvilhar as roscas com acuçar confeiteiro ou refinado, ou com raspas de chocolate. Há quem goste com leite condensado (a aparência fica bastante atrativa, porém muito doce).

Dica n.2: a rosca pode ser feita em formato de trança. Abre a massa inteira de forma que o comprimento fique o maior possível sem que a massa rasgue. A largura fica com mais ou menos uns 10 cm, recheia e fecha. Ou como um rocambole ou juntando-se as extremidades. Após, faz-se a trança e dá-se continuidade a etapa descrita no modo de preparo.





“The cake” – O carro bolo

23 04 2010

 

Assista aqui ao vídeo -> http://www.youtube.com/watch?v=6Ju3GSvflro

Com certeza você já deve ter visto uma imensa variedade de carros, mas nenhum como este. Skoda Auto lança no mercado o Skoda Fabia e com ele o comercial para TV de 60 segundos,o “The cake”, seu mais recente anúncio no Reino Unido.

O vídeo foi filmado em Londres West Shepperton Studios, o carro levou 4 dias para ser completado e foi, incrivelmente, detalhado, desde o “óleo de motor” dourado de melado até as gelatinas gigantes, que formam os faróis, trocaram os rebites por passas e metal por marzipan. O comercial produzido pela agência Fallon mostra a equipe preparando o bolo, que custou £$ 500.000 libras. A receita está disponível na internet, mas apenas para se ter uma idéia de quão grande é o bolo.

Num total de aproximadamente 1,7 toneladas de bolo, a equipe Skoda Fabia, pensou em doar o bolo a instituições de caridade. Porém o tiro saiu pela culatra, mesmo não tendo nenhum kilometro rodado no tacômetro de chocolate, o cake car foi considerado impróprio para consumo humano, devido às longas horas sob as luzes Shepperton Studio.

Quase toda a confeitaria do carro foi desfeita e colocada em caixas de 25 kg, seladas e entregues para as instalações de reciclagem em Hackney, exceto algumas peças do carro. Como, os espelhos feitos de marzipan, o velocímetro de chocolate, uma parte do motor e a marca Fabia foram embaladas a vácuo e guardadas de lembrança pela produção. Por fim, todo o restante foi decomposto no lado leste de Londres, Comunidade Projeto Reciclagem em Clapton, um projeto criado para fornecer aos residentes locais e membros, composto para utilização em seus jardins ou hortas.

Skoda Fabia Cake

 Ingredientes:
10 kg de chocolate branco pedaços
20hg passas
3 kg de casca de laranja tiras
25 kg de damasco
12,5 kg geléia de framboesa
5 kg de cacau em pó
100 kg de farinha de trigo
180 ovos
100 kg de açúcar refinado
90 kg de açúcar mascavo colar
50 kg de açúcar de confeiteiro
40 kg de açúcar colar preto
20 kg geléia de cerejas
50 kg de açúcar branco colar
30 kg de amêndoas marrons
42 kg de chocolate fudge

Créditos do “The Cake

Agência: Fallon Londres

Criação: Chris Bovill e John Allison.

Direção: Chris Palmer da Gorgeous Enterpraises

Edição: Paul Watts da The Quarry

Produtor: Rupert Smythe

Efeitos Visuais e Modelagem: John Pennicott, Payne Pennicott, em Londres.

Trilha sonora: Julie Andrews

Letra da música: My Favorite Things

Pingos de chuva em rosas e manchas nos gatinhos
Traga tachos de cobre e luvas de lã quente
Papel marrom, pacotes amarrados com barbante
Estas são algumas das minhas coisas favoritas!

Creme colorido, póneis e maça fresca
Pássaros que voam com a lua em suas asas
Estas são algumas das minhas coisas favoritas!

Meninas de vestidos brancos com faixas de cetim azul
Flocos de neve que ficam no meu nariz e cilhos
Prata e branco inverno que derrete na Primavera
Estas são algumas das minhas coisas favoritas!

Quando o cão morde, quando as picadas de abelha
Quando estou me sentindo triste, eu simplesmente lembro
minhas coisas favoritas!
E então eu não me sinto tão mal!





A famosa Sachertorte

22 04 2010

A sachertorte é uma contribuição da Áustria. Criada por um jovem pâtissier de 17 anos chamado Franz Sacher, em 1832, para o banquete oferecido pelo príncipe Klemens Wenzel Lothar Mettenich, em Viena. Porém existe muitas controvérsias com relação a verdadeira história. Existe a de Louis Clichy, 1903, na qual leva recheio de ganache e creme de manteiga de café. Existe a de Maison Dalloyau, em Paris, que escreveu no alto do doce, opera, uma forma de homenagem a arte de Paris.

Acredito que com o passar dos anos a receita foi aprimorada por chefs, também, adaptada e inovada. Por isso, existem inúmeras receitas com recheios diversos e várias histórias a respeito. Cada uma com sua devida “evolução”, a de seu respectivo criador. Apenas, lembremo-nos daquela frase célebre, nada se cria tudo se transforma. Dita as más líguas, se copia.

A teórica receita original, registrada em 1876 pelo filho de Sacher, está guardada a sete chaves pelo Hotel Sacher: a base é de bolo de chocolate, finamente revestidos com geléia de damasco e a cobertura de chocolate. O hotel serve com chantilly sem açucar e café com leite (wiener melange). É um doce muito seco para ser consumido puro.

Outra controvérsia que circunda essa deliciosa história é a versão da confeitaria Demels com a “Demels Sachertorte”. A diferença desta para a “Original Sachertorte” é que a geléia de damasco é colocada sob a cobertura de chocolate e não no meio.





Trilha sonora do filme Chocolate

21 04 2010

1. Minor Swing (Instrumental) 2:13
2. Main Titles (Instrumental) 3:07
3. The Story of Grandmere (Instrumental) 4:08
4. Vianne Sets Up Shop (Instrumental) 1:57
5. Three Women (Instrumental) 1:01
6. Vianne Confronts the Comte (Instrumental) 1:21
7. Other Possibilities (Instrumental) 1:35
8. Guillaume’s Confession (Instrumental) 1:29
9. Passage of Time (Instrumental) 2:32
10. Boycott Immorality (Instrumental) 4:38
11. Party Preparations (Instrumental) 1:28
12. Chocolate Sauce (Instrumental) 0:48
13. Fire (Instrumental) 2:37
14. Vianne Gazes at the River (Instrumental) 1:06
15. Mayan Bowl Breaks (Instrumental) 2:14
16. Taste of Chocolate (Instrumental) 3:08
17. Ashes to the Wind / Roux returns (Instrumental) 2:18
18. Caravan (Instrumental) 3:43

Para fazer o download copie e cole no navegador: migre.me/7JQG ou migre.me/7JQR





Trilha sonora do filme Maria Antonieta

20 04 2010

O CD 1 traz um ritmo intenso, moderno, com tom adolescente, divertido, agitado, que contrapõe com a época e a nobreza. É como se a trilha traduzisse o que a personagem Maria Antonietta quisesse dizer, gritar, correr, mostrar. E, realmente, foi através da trilha que pude “sentir”, se for essa a intenção da diretora do filme, o que a personagem ainda muito nova tinha uma enorme respnsabilidade, obrigações, rituais, amores, amantes, amizades e festas. Mas o filme deixa uma forte angústia, já que não existe um ponto de virada em que Maria Antonieta “chuta a nobreza” e fala o que quer e o que senti. 

O CD2 compõe uma trilha mais tranquila, suave, instrumental e teoricamente “tradicional” ao que se estrutura um filme de época.

CD1

1. Hong Kong Garden – Siouxsie And The Banshees
2. Aphrodisiac – Bow Wow Wow
3. What Ever Happened – The Strokes
4. Pulling Our Weight – The Radio Department
5. Ceremony – New Order
6. Natural’s Not In It – Gang Of Four
7. I Want Candy – Bow Wow Wow 2:40 Album Only
8. Kings Of The Wild Frontier – Adam & The Ants
9. Concerto In G – Roger Neill
10. The Melody Of A Fallen Tree – Windsor For The Derby 8
11. I Don’t Like It Like This – The Radio Department
12. Plainsong – The Cure

4shared.com/file/124417491/ef1ee721/Marie_Antoinette_-_OST_-_Disc_.html
COPIE E COLE NO NAVEGADOR
 

CD2

1. Intro Versailles – Soundtrack
2. Jynweythek Ylow – Aphex Twin
3. Opus 17 – Dustin O’Halloran
4. Il Secondo Giorno – Air
5. Keen On Boys – The Radio Department
6. Opus 23 – Dustin O’Halloran
7. Les Barricades Mysterious – Patricia Mabee
8. Fools Rush In – Bow Wow Wow
9. Aphex Twin – Avril 14th – Richard James
10. Sonatas for Harpsichord (Miscellaneous) – Sonata in D minor, K.213: Andante – Patricia Mabee
11. Tommib Help Buss – Squarepusher
12. Tristes Apprets, Pales Flambeaux – Agnes Mellon
13. Opus 36 – Dustin O’Halloran

4shared.com/file/124545510/f8b7a3d6/Marie_Antoinette_-_OST_-_Disc_.html
COPIE E COLE NO NAVEGADOR





Os processos de fabricação

19 04 2010

 

Para alcançar a alta qualidade em chocolates que as indústrias nos oferece, é necessário, além das fórmulas e segredos industriais, que as amêndoas sofram um processo rigoroso e preciso de transformação. São eles:

Seleção de limpeza das amêndoas do cacau

Quando chegam as fábricas, as amêndoas passam por um severo controle de classificação pelo tamanho, formato, cor (os tons violeta indicam fermentação inadequada), odor (não podem ter cheiro de fumaça), sabor característico, além dos limites permitidos (teor de umidade não superior a 8%).

Torrefação

Das amêndoas são eliminadas a umidade, bactérias e ácidos. Será desenvolvido o aroma, a cor e o sabor do cacau. Essa fase se dá pela processo lento em fornos contínuos e eletrônicos. O ponto exato de torrefação e onde está inserido o segredo do aroma do chocolate. O cuidado com ela é que determina a qualidade final dele.

Trituração

Torradas, as amêndoas são resfriadas e levadas para o triturador. A casca das amêndoas são separadas por peneiras com a ajuda de um sistema de sucção. Dessa fase em diante, só a amêndoa é aproveitada.

Moagem

As amêndoas torradas passam por um moinho que as desintegra e, devido a terem um alto teor de gordura (mais de 50%), dão origem a uma massa pastosa, chamada de massa de cacau. Essa é a matéria prima para a fabricação do chocolate. A partir desse ponto que a fabricação toma dois caminhos: o primeiro, parte dessa massa é submetida a um processo de prensagem para a separação da manteiga de cacau e torta de cacau, resultando em moídos com açucar e aromatizantes; o segundo, a massa de cacau recebe em porcentagens segundo a fórmula utilizada, manteiga de cacau e outros ingredientes (açucar, leite em pó etc.) tendo como produto final o tablete de chocolate.

Refinagem

Esse procedimento fundamental tem por objetivo transformar, todas as particulas sólidas, no mesmo tamanho. A mistura é levada para as refinadeiras, onde conjuntos de cilindros de aço fazem o trabalho reduzindo os cristais de açucar em partículas microscópicas.

Conchagem

1. Estabiliza o chocolate, dá viscosidade, fluidez e cremosidade.

2. Causa evaporação da umidade e de ácidos indesejados.

3. Causa reações entre as proteínas e os açucares.

A massa é transpostada até conchas onde agitadores a matém em movimento por horas. A partir dessa massa pode ser feitos os tabletes de chocolate ou cobrir bombons.

Temperagem

Esta operação é essencial à aparência e estabilidade do chocolate. Trata-se de solidificar a manteiga de cacau presente no chocolate, de forma que o açucar, leite e outros ingredientes não se separem da manteiga e que sua cristalização seja muita fina.